Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
PONTE PRETA

Kleina diz que Macaca não desiste e espera decisão no Majestoso neste sábado

Publicada em 17/10/19 às 20:52h - 12 visualizações

por Ponte Press


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Ponte Press/Álvaro Júnior)

Em um jogo de poucas chances e com grande destaque de Ygor Vinhas, a Ponte Preta empatou com o Atlético-GO fora de casa e dormiu ontem a três pontos do G4. Ciente de que a Macaca precisará de um bom desempenho nas nove rodadas restantes para subir, o técnico Gilson Kleina vê o momento de maneira realista e afirma que o acesso ainda é possível.

“Na noite desta segunda foi um ponto que a gente somou. Claro que as rodadas vão diminuir, mas não vamos desistir, temos duas decisões em casa. Nossa equipe está forte no Majestoso, se impondo em Campinas, e espero que isso possa ocorrer de novo. Temos que fazer valer nossa casa, nossa torcida, nossa tradição. O primeiro passo é conquistar três pontos no sábado, temos que pensar em vitória pra ver onde iremos chegar”, diz o treinador.

GK acrescenta que é preciso, sim, valorizar o ponto conquistado contra o oponente de ontem.  “Quando você empata um jogo desses, não é só somar um ponto, mas também tirar dois do adversário, que é um concorrente direto. Agora o Atlético tem dois jogos fora e nós, dois dentro, que não são fáceis, mas precisamos vencer. Talvez tenhamos de lamentar o ponto do Oeste, quando estávamos próximos da vitória, mas se buscarmos os três pontos contra o Bragantino, há confrontos diretos e a distância pode reduzir, podemos conseguir. Mas o primeiro ponto é vencer em casa, para entrar na hora certa no G4 e não sair mais.”

Sobre a partida em Goiânia, Kleina avalia. “Conseguimos ter um equilíbrio importante contra o Atlético, tínhamos que tirar o ímpeto deles, que é um time muito agressivo. Era necessário fazer uma marcação para impedir as jogada pelos flancos deles, que são perigosas, e conseguimos segurar. Quando começamos a colocar bola no chão, fomos melhores. A estratégia era roubar bola e ter um homem a mais, teve momento em que isso ocorreu e em outros não, principalmente porque nos faltou profundidade do lado direito”, diz.

Ele acrescenta, concluindo: “Eles viveram de bola parada , o Ygor fez grandes defesas e tivemos chances claras: a bola do jogo com Roger e um bom lance do Araos no segundo tempo, e Cajá e Marquinhos no primeiro tempo. Aliás, o Araos entrou muito bem. É um jogador que tem dinamismo, recurso técnico , vai nos ajudar.”




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (19) 98783-6558

Visitas: 2211
Usuários Online: 12
Copyright (c) 2019 - Esporte Multimidia